Início >> Noticia >> TerPaz leva aula sobre meteorologia a alunos do Icuí-Guajará
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

TerPaz leva aula sobre meteorologia a alunos do Icuí-Guajará

Estimular ações para aliviar os efeitos adversos do clima levou técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semas) à Escola Estadual Maria de Nazaré Marques Rios, no bairro do Icuí-Guajará, no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém (RMB). O objetivo foi transmitir informações aos estudantes sobre tempo, clima e mudanças climáticas, além de instalar um pluviômetro no local. As ações estao sintonizadas com o Programa Territórios pela Paz, criado pelo Estado.

À convite da Semas, a professora do curso de Meteorologia da Universidade Federal do Pará (UFPA), Ludmila da Silva, orientou os alunos a instalarem na escola um pluviômetro caseiro - instrumento de medição da quantidade de chuva. "Ensinar a instalação e utilização do pluviômetro, na prática, vai servir para coletar dados de precipitação e a partir daí fazer uma análise do ciclo de chuvas nas redondezas da escola. A coleta vai ser feita pelos próprios estudantes".

As palestras iniciaram com a apresentação do diretor de Meteorologia, Hidrologia e Mudanças Climáticas (Dimuc) da Semas, Saulo Carvalho, sobre as atribuições do órgão, direcionadas à sustentabilidade das florestas, dos rios e das águas de maneira geral.

O meteorologista da secretaria, Antonio Sousa, mostrou as dificuldades climáticas das ilhas de calor provocadas pela construção dos prédios, que impedem a ventilação; da pavimentação com asfalto, além de outras obras  que concentram calor, citadas para mostrar a importância das chuvas para amenizar o clima. Houve ainda apresentaçãodo vídeo "O Ciclo da Água" para os alunos.

A pedagoga Rosa Teixeira, diretora da Escola, explicou que dentro do ambiente escolar percebe-se a necessidade das pessoas nos aspectos sociais, afetiva e de cidadania. "A união da educação com a questão ambiental é  fundamental para entender que o meio ambiente é onde vivemos. O curso recente de formação de agentes ambientais que fizemos, por exemplo, dá consciência às atitudes dos jovens no dia a dia na escola e em casa", analisa.

Instalação - O pluviômetro não pode ser instalado abaixo de 1,5 metro de altura, seguindo padrão da Organização Mundial de Meteorologista (OMM), e a coleta da água armazenada deve ser realizada a cada 24 horas, para leitura do total de precipitação. O equipamento caseiro é montado com garrafa Pet de 1,5 litro, lixa, colas de tubo e de silicone, veda rosca, régua, proveta de 1 litro, serra e braçadeira.

O estudante Lucayan Prestes, 13 anos, da 7ª série, considerou muito importante o aprendizado para proteção do meio ambiente, de todo o planeta. "Separar o lixo para não poluir as águas é uma responsabilidade que temos que ter, é um dever", assume.

A aluna do projeto Mundiar - 6ª, 7ª e 8ª séries em um ano - Samara Cristina, 17 anos, disse que a atividade foi muito boa. "Aprendemos a instalação de equipamento para medir a quantidade da chuva. Achei ótimo".

Já Natasha Alves, do 6º ano, avaliou ação como necessária para escola. "Passamos a ter responsabilidade de coletar a quantidade de água da chuva, todos os dias.  Um trabalho de equipe".

 

Fonte: Agência Pará