Início >> Noticia >> NAC promove evento com representantes de organizações sociais
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

NAC promove evento com representantes de organizações sociais

Crianças da CRAS DO Benguí se apresentando para os participantes do evento.

Fonte: Agência Pará em 27/11/2018

Possibilitar, por meio de atividades, metodologias e experiências, o acesso a conhecimentos capazes de fortalecer vínculos familiares e comunitários é o objetivo do Projeto Família e Cidadania: Viver é conviver, que na manhã desta terça-feira (27) promoveu mais um evento, destinado a integrantes de organizações da sociedade civil. Realizado pelo Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), do Governo do Pará, em parceria com a Fundação Papa João XXIII (Funpapa), vinculada à Prefeitura de Belém, e a Assistência Social Paulus, o encontro ocorreu no auditório da Casa Civil da Governadoria, na capital paraense.

A diretora-geral do NAC, Daniele Khayat, abriu o evento parabenizando a “todos pelo trabalho que desenvolvem com as organizações, o poder público ou onde estão, porque vocês fazem a diferença no atendimento e no tratamento com o próximo. Vamos trocar experiências e conhecimentos para que possamos melhorar cada vez mais”. O encontro, que também contou com a participação de técnicos da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), teve apresentações de experiências de sucesso do serviço de convivência.

Durante a programação, a Casa da Criança Santa Inês e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Benguí realizaram duas apresentações teatrais com contação de história e dança.

A pedagoga Maria Elza Oliveira Gonçalves, 65 anos, representou as associações e movimentos sociais do bairro do Tenoné, onde mora. “Esse trabalho que o NAC vem desenvolvendo foi uma grande experiência pra mim e para as entidades associativas. Foi mais um conhecimento que, com certeza, irá somar para novas frentes de trabalho. Como trabalhamos com famílias, sempre enfrentamos muitas dificuldades, devido a diferenças e diversidades. Mas com esse apoio do NAC ficamos mais fortalecidos para dar prosseguimento ao trabalho”, disse Maria Elza.

O evento teve a participação de 116 pessoas, de 14 associações de bairros da Região Metropolitana de Belém. Ao final foram distribuídos kits de livros para as organizações que desenvolvem um trabalho com famílias. (Colaboração de Ruan Moraes).

Por Erika Torres