Início >> Noticia >> Ações socioambientais e de cidadania são ofertadas na Cabanagem
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Ações socioambientais e de cidadania são ofertadas na Cabanagem

 

O Programa Territórios pela Paz continua com força total na Cabanagem. Nesta segunda-feira (29), os moradores puderam receber, gratuitamente, documentos, por meio da Policia Civil e da Defensoria Pública, e tiveram acesso à orientação judicial e de trânsito. A comunidade participou também de palestras sobre acidentes domésticos ministradas pelo Corpo de Bombeiros, além de apresentações culturais e de um espaço voltado para as crianças. As ações ocorreram na delegacia do bairro e na Escola Estadual José Valente.

As atividades de meio ambiente voltadas para toda a sociedade também iniciaram nesta manhã. O gramado da escola foi limpo pelos internos do Sistema Penitenciário do Estado, que também tiveram a oportunidade de conversar com jovens da comunidade sobre o perigo da criminalidade. Além disso, os moradores puderam aprender mais sobre o processo de compostagem orgânica, técnica em que restos de alimentos deixam de ir para o lixo e são transformados em adubo para hortas e jardins. A prática é sustentável e ainda tem viés econômico.

 

 

"Entendemos que a compostagem é um elemento importante para a geração de renda na comunidade. Temos uma expectativa de que aqui seja uma semente plantada e que, no futuro, ganhe escala. Na semana que vem, teremos a formação de agentes ambientais e também queremos formar uma associação de coletores de materiais recicláveis. Temos um projeto-piloto de fazermos uma ação em uma escola do bairro, para uma adequação ambiental arquitetônica e paisagística", listou o secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mauro O'de Almeida, ao falar das ações do órgão no programa TerPaz.

A oficina de compostagem vai até o dia 31, mas a dona de casa Socorro Meireles aprendeu todo o processo em 30 minutos e diz que vai colocar em prática. "Em vez de comprar aquele adubo caro, eu mesma vou fazer o meu com cascas de cebola, cenoura. Vai sair mais barato e será sustentável", comentou com entusiasmo a moradora. A oficina é aberta ao público e foi divertida para a estudante Kesha. "Eu gostei de aprender sobre a natureza", disse a menina de 9 anos.

 

 

Outras ações ambientais ainda vão ocorrer no bairro dentro da programação do TerPaz. Uma das atividades será em parceria com a Central de Abastecimento do Estado do Pará (Ceasa), que vai realizar a palestra "Horta domiciliar – sua importância nas práticas ecológicas junto à comunidade, o incentivo à melhor nutrição das pessoas, além da geração de renda". A chefa do Núcleo de Planejamento e Projetos da Ceasa, Maria Elci Bosque, explicou a importância da atividade.

"Essas ações, que irão ocorrer nos territórios do projeto TerPaz, vão estimular a população mais carente, que nem sempre tem recursos para comprar as hortaliças, para poder consumir mais esses legumes, melhorando seu cardápio diário e sua saúde alimentar", anunciou.

 

Texto: Ronan Frias